LabClínicas

NOTÍCIAS - Refrigerante diet aumenta em 50% risco de morrer de problemas do coração Dano é maior para quem consome duas ou mais latas por dia, o que representa 8,5% dos entrevistados - por Ana Beatriz de Melo A Del Tio

EUA - Pessoas que tomam duas ou mais latas de refrigerante diet por dia correm um risco 50% maior de morrer por problemas no coração ou derrame, apontou um novo estudo realizado nos Estados Unidos. Bebidas gasosas adoçadas artificialmente, embora comercializado como uma alternativa saudável, estão ligados a uma série de danos à saúde.

Na comparação com os entrevistados que nunca ou raramente consumiam a bebida - uma média de 30% dos usuários - o grupo que consumia refrigerante diet se apresentou mais propenso a sofrer do que foi descrito como “eventos cardiovasculares”.

Especialistas analisaram a ingestão de bebida diet por quase 60 mil mulheres no “Women's Health iInitiative”, um estudo de longa duração que teve como foco a saúde cardiovascular em um público feminino de meia idade.

- Nossos resultados estão de acordo com pesquisas anteriores que mostram uma associação entre bebidas dietéticas e síndromes metabólicas. Elas, por sua vez, estão relacionadas a um conjunto de fatores de risco que contribuem para doenças cardíacas, incluindo pressão arterial, colesterol alto e ganho de peso - observou Ankur Vyas, cientista da Universidade de Iowa.

A idade média das mulheres avaliadas foi de 62 anos. Nenhuma delas tinha histórico de doenças cardiovasculares na família. Através de um questionário, o grupo relatou seu consumo ao longo dos três meses anteriores. Foram consideradas latinhas de 355 ml.

Após um período médio de acompanhamento de nove anos, uma combinação de resultados negativos, incluindo doença cardíaca coronária, insuficiência cardíaca, infarto, acidente vascular cerebral isquêmico, doença arterial periférica e morte cardiovascular, foi observada nas cerca de 8,5% de mulheres que consumiam duas ou mais latas por dia.

No total, 6,9% das mulheres beberam de cinco a sete doses semanais; 6,8% ingeriu de uma a quatro; e 7,2% beberam de zero a três latas por mês.

Vyas salientou que mais estudos são necessários para avaliar mais de perto o risco de refrigerantes diet, ressaltou que os dados do estudo são importantes e devem ser considerados.



Leia mais: https://oglobo.globo.com/sociedade/saude/refrigerante-diet-aumenta-em-50-risco-de-morrer-de-problemas-do-coracao-12046687#ixzz4mvtgJtyj 
stest