LabClínicas

NOTÍCIAS - Partículas de ouro podem ajudar no tratamento de câncer no cérebro - por Ana Beatriz de Melo a. Del Tio

Uma pesquisa publicada na revista "Nanoscale" mostrou que minúsculas partículas do metal, quando inseridas no cérebro, podem eliminar células cancerígenas que atacam o órgão.


A descoberta pode dar uma contribuição substancial para o tratamento de câncer no cérebro, chamado de glioblastoma multiforme. Embora existam tratamentos para a doença, todos têm uma eficácia limitada, onde grande parte dos pacientes morre dentro de cinco anos após o diagnóstico.

Na busca de uma solução mais efetiva, cientistas da Universidade de Northwestern criaram nanoesferas de ouro, revestidas por camadas de cisplatina, uma das drogas indicadas para a quimioterapia. As partículas são quatro milhões de vezes menor do que uma secção transversal de um fio de cabelo humano.

Em experimentos com amostras de tumores humanos, extraídos durante cirurgia, as esferas demonstraram aumentar a eficácia da radioterapia convencional e quimioterapia, elevando as chances de que todas as células tumorais fossem mortas. A terapia conseguiu provocar a ruptura do material genético (DNA) dentro do câncer. Vinte dias depois, não houve registros de células cancerígenas nas amostras tratadas.

Os pesquisadores comemoraram o resultado, mas ressaltaram que o experimento exige ainda mais testes antes que pudesse ser considerado como parte do tratamento padrão contra o glioblastoma multiforme. Eles esperam começar os testes em humanos em 2016 e estamos trabalhando em experimentos iniciais que envolvem outros tipos de tumor.



Read more: http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/particulas-de-ouro-podem-ajudar-no-tratamento-de-cancer-no-cerebro-13583743#ixzz3AH9FyyEC