LabClínicas

NOTÍCIAS - Dieta sem glúten traz riscos para crianças, alerta pediatra - por Ana Beatriz de Melo A Del Tio

A prevalência da doença celíaca vem aumentando no mundo, graças a novos métodos de detecção e uma atenção maior ao problema, mas este aumento não justifica o crescimento desproporcional da indústria de alimentos sem glúten, que avançou, nos EUA, 136% entre 2013 e 2015. Em artigo publicado no “The Journal of Pediatrics”, a médica Norelle Reilly, do Centro Médico da Universidade Columbia, em Nova York, alerta sobre a desinformação e os riscos dessa dieta, especialmente para as crianças.

— Preocupados com a saúde dos filhos, às vezes os pais colocam as crianças em uma dieta sem glúten na crença que isso alivia sintomas, pode prevenir a doença celíaca ou é uma alternativa mais saudável, mesmo sem um diagnóstico do transtorno ou uma consulta a um nutricionista — afirmou Norelle.

Pouco se sabe sobre os motivos que levam as pessoas a consumirem alimentos sem glúten, mesmo sem portarem a doença. Num estudo conduzido no ano passado com 1.500 americanos, “nenhuma razão específica” foi a explicação mais comum para a adoção da dieta. Para Norelle, a maior preocupação é que muitas pessoas são desinformadas sobre os riscos potenciais deste tipo de dieta.

Um dos equívocos é que as pessoas pensam que a dieta sem glúten é mais saudável, sem desavantagens. Na verdade, para indivíduos não portadores da doença celíaca ou alergia a trigo, não existem benefícios comprovados. Na verdade, existem malefícios em potencial. Ela pode aumentar a ingestão de gorduras e calorias, contribuir para deficiências nutricionais ou esconder um diagnóstico da doença celíaca. Outro engano é pensar que o glúten é tóxico. Não existem dados que apoiem esta teoria.

Para um pequeno grupo de pacientes, guiados por nutricionistas, a dieta sem glúten pode trazer benefícios para a saúde e qualidade de vida. Entretanto, não existem evidências científicas que a não ingestão de glúten seja benéfica para crianças sem diagnóstico verificado de doença celíaca. E pela possibilidade de deficiências nutricionais, a dieta pode trazer mais riscos que benefícios.

— Os pais devem ser aconselhados sobre as possíveis consequências financeiras, sociais e nutricionais sobre a implementação desnecessária de uma dieta sem glúten — disse Norelle.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/dieta-sem-gluten-traz-riscos-para-criancas-alerta-pediatra-19298715#ixzz48ojszC4L 
© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização. 









































Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/dieta-sem-gluten-traz-riscos-para-criancas-alerta-pediatra-19298715#ixzz48ojmiQe2 
© 1996 - 2016. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.