LabClínicas

NOTÍCIAS - Cortar gorduras não é a melhor dieta para perder peso - por Ana Beatriz de Melo A Del Tio

ietas de baixa gordura não são tão eficazes como as de baixo carboidrato ou as dietas mediterrâneas para perder peso, de acordo com um novo estudo que também concluiu que não há dietas que funcionem realmente bem no longo prazo.

De acordo com o “Guardian”, a gordura tornou-se a grande inimiga décadas atrás — culpada por doença cardíaca e, em seguida, pelo constante aumento da obesidade. A lógica de uma dieta de baixa gordura foi a de que ela deveria trabalhar mais rápido, já que a gordura contém o dobro de calorias por grama de carboidratos.

A mania do baixo teor de gordura levou à formulação de milhares de produtos, desde iogurtes até refeições prontas. No entanto, invariavelmente, o açúcar — agora cada vez mais culpado pela obesidade — foi utilizado para encorpar esses produtos e melhorar o sabor.

55 ANOS DE ESTUDOS

Uma análise publicada na revista “Lancet Diabetes and Endocrinology”, que compara 53 estudos de longo prazo realizados desde 1960 sobre dietas — envolvendo mais de 68.000 pessoas — diz que o velho conselho de cortar gordura estava errado.

“Não há boas evidências para recomendar dietas de baixa gordura”, disse a autora Dra. Deirdre Tobias do Brigham and Women’s Hospital e da escola de medicina de Harvard, em Boston.

“Por trás de aconselhamento dietético atual para cortar a gordura, que contém mais do dobro das calorias por grama de carboidratos e proteínas, o pensamento é que simplesmente reduzir a ingestão de gordura levará naturalmente a perda de peso. Mas a nossa forte evidência sugere claramente o contrário”, afirmou a pesquisadora.

Partidários de dietas de alto teor de gordura e baixo carboidrato, como a dieta de Atkins, podem sentir algum conforto diante da pesquisa, que foi financiada pelos Institutos Nacionais de Saúde dos EUA e pela American Diabetes Association.

FALTA DE PERSISTÊNCIA

Embora essas dietas tenham funcionado melhor do que dietas de baixa gordura, os pesquisadores descobriram que dietas em geral não funcionaram particularmente bem a longo prazo, período definido como mais de um ano. A perda de peso é sustentada por seis meses, mas, em seguida, muitas pessoas param de perder peso e até mesmo o recuperam, caso desistam da dieta. Nos testes, as pessoas em dietas de baixo carboidrato só perderam 1kg a mais, em média, do que aqueles em dietas de baixa gordura. A perda de peso média geral após um ano nos testes foi de 3,75kg.

Em um comentário publicado na revista, Keith Hall, do Instituto Nacional de Diabetes e Doenças Digestivas e Renais em Bethesda, nos EUA, disse que uma das principais razões pelas quais as pessoas não conseguiram perder mais peso foi, provavelmente, que tinham desistido da dieta bem antes de se passar um ano. É necessário muito mais pesquisas sobre como ajudar as pessoas a perder peso e a manter essa situação, escreveu.



Leia mais sobre esse assunto em http://oglobo.globo.com/sociedade/saude/cortar-gorduras-nao-a-melhor-dieta-para-perder-peso-17921683#ixzz3qdVvGQNA 
© 1996 - 2015. Todos direitos reservados a Infoglobo Comunicação e Participações S.A. Este material não pode ser publicado, transmitido por broadcast, reescrito ou redistribuído sem autorização.